A vida vai te mostrar, vai te guiar.

Arquivo para julho, 2011

Quem é o “trouxa”: o traído ou o traidor!?

Este post deve-se, basicamente, a dois fatos: o que vem ocorrendo nas novelas (nem por isso, menos reais), e um fato ocorrido com uma pessoa próxima. Mas também, é difícil não termos escutado uma história de traição ou até vivido.

As novelas, que são programas assistidos por todo tipo de pessoa e alcança as mais diferentes classes sociais, em todas as suas versões sempre apresentam histórias de traição, seja por homens ou por mulheres. Fica parecendo algo comum e até chegam a incentivar a prática, haja vista que por um tempo o traído não tem a menor noção da prática. Mas, é só uma questão de tempo, tanto na ficção como na vida real. Uma hora “o caldo engrossa”!

Na vida real, já me deparei com situações ou histórias contadas pelas mais diversas pessoas. E nos últimos dias uma ótima pessoa contou sua péssima experiência, estava se sentindo um “lixo”. E geralmente é isso mesmo: o traído se acha um trouxa, o imbecil da história. Sente seus sentimentos feridos e que perdeu tempo em depositar sua confiança e seu amor em uma pessoa que não o merecia.

Seja pela novela, programas em geral, filmes, na via real, tenho visto a banalização dos sentimentos. Pessoas que se envolvem de qualquer maneira, envolvem-se de maneira superficial. Não é moralismo, mas parte-se de um raciocínio tão simples, se quer levar uma vida sem dar satisfação a nada nem a ninguém, não se envolva. Fique só, não deixe ninguém investir em sentimentos inexistentes, pois não se quer compartilhar. O que, diga-se de passagem, é um direito.

Mas, quem realmente é o (a) trouxa da história? quem realmente é o enganado?

Penso que o traidor (a) é que é o(a) trouxa. O traidor(a) durante um período de tempo é “o esperto, o manipulador”, pois consegue manter a traição, não só pela fato de que não quer que o outro descubra, mas também aquilo o alimenta de alguma forma. Ele(a) não pensa no outro lado, no caso, o traído. Pode até ter sentimentos pelo parceiro, amigo, mas se fossem nobres jamais exporia a outra pessoa. O traidor sempre é egoísta!

E considero o traidor (a) o (a) trouxa por várias considerações:

a) se trai e o outro descobre, sempre se arrepende, e nem sempre o arrependimento “cola”. Daí pode ter perdido até o grande amor da sua vida;

b) por que trair sentimentos verdadeiros da outra pessoa que crê que está fazendo a coisa certa ao acreditar na relação? Se a relação já não está mais interessante, porque o traidor insiste em se manter nela? Por que não trata de se livrar do “peso morto”? Deixe a outra pessoa livre para que possa encontrar outra pessoa interessante!

c) quando há traição, demonstra-se que está se dispensando não só o amor do outro, como sua amizade. E quem não leva em consideração a amizade, não merece o menor respeito! Quem não respeito um amor amigo, não merece nada;

d) se está com dúvidas, com problemas, vá resolvê-los e não criar mais complicações do que já existem;

e) se é um traidor(a) contumaz, precisa de terapia. Existem algumas causas consideráveis para aquele que faz da traição uma prática ou um estilo de vida;

f) se faz por gosto, fique solteiro (a) e faça o que quiser, sem precisar se esconder, criar situações vexatórias ou brincar com o sentimento alheio;

g) e quando se trai pra descontar, o até então, traído, iguala-se ao traidor e fica no mesmo nível. “Chumbo trocado não dói”. E, ainda, vai ter que escutar o que não quer daquele que primeiro te desconsiderou.

Quantas situações, não é?!

Fiquei magoado, não por me teres mentido, mas por não poder voltar a acreditar-te.(Nietzsche)

 A traição é uma saída para quem não sabe se entregar por inteiro (Fernando Ilário)

 

Um Homem não trai 

A traição não é apenas o engano
É mais que isto
A ferir o sentimento alheio
A corromper-se

Ser homem de várias mulheres
Não é de nenhum valor
Porque o homem de bem
Não trai quem lhe quer seu bem
Para ser de um grande amor
Há de ser de uma só (M. Nigro)

Uma relação, seja ela qual for, merece ser cuidada, semeada, amparada. E quando estiver passando por maus bocados, merece toda a atenção para ver se será recuperada ou descartada. E se descartada que seja de maneira integra e respeitosa. Claro que vai machucar, mas ainda assim é o melhor pois poderá dormir com a consciência limpa.

Se tiver qualquer situação que te leve a pensar em trair, pense no que você tem a perder. Se tiver algo a perder, não faça, pois com certeza, irá se arrepender. Pra que arriscar por algo, muitas vezes, tão fugaz? Se não tiver nada a perder, desfaça-se da relação desgastada e siga livre!

Como já dito, não querer se envolver é um direito. E guardando as devidas proporções, se for se envolver, deixe claro o que quer, não crie falsas expectativas. Do mesmo jeito que você tem o direito de optar pelo que quer fazer da sua vida, digo referente a se relacionar, o outro também tem o direito de saber e optar em cair fora ou ficar e viver aquilo que você tem a oferecer.

A pior traição é a de princípios, porque é cometida por nós, contra nós mesmos. (M. M.Soriano)

 

Existem dois tipos de traição: a que você comete contra alguém e a que você comete contra si mesmo. (Risa Kings)

 

 Traição (Keidy Lee Jones)

Quando eu digo que não a trairei
Não é por respeito ao seu amor
Pois dele talvez, eu desconfie.
Não traio a minha dignidade
Porque ela está em mim
Eu não conseguiria viver enganado.

II Prêmio Alagoano de Blogs

No ano passado, ocorreu o 1º Prêmio Alagoano de Blogs.

Começou timidamente o movimento com um grupo pequeno e os primeiros ganhadores…bem merecidos! O evento em si foi um sucesso!

Os blogueiros passaram  a interagir entre si após o evento e pra total felicidade, o movimento continuou firme com o  desenvolvimento natural de encontros de blogueiros, os EBAs, que já chegou na quarta edição, cada um com uma temática e em locais diferentes.

E, no próximo dia 21/07, às 19h, ocorrerá o lançamento oficial do II Prêmio Alagoano de Blogs,  organizado pela comissão formada por  @gimigliati @Marques_jm @Eekdcat @ PaulaMontnegro @ronaldfar.

O lançamento ocorrerá por twitcam pelo perfil @blogalagoas e terá a seguinte pauta:

– Lançamento do Portal do II Prêmio Alagoano de Blogs;
– Apresentação e Discussão do Regulamento do Prêmio;
– Descrição das Categorias e dos Prazos e Condições de Inscrições, bem como período de Votação e Critérios para Análise Técnica.

Participe!! Inscreva seu blog…é um momento sensacional não só por poder concorrer e que independentemente do resultado, a blogosfera estará mais uma vez sendo reverenciada por blogueiros que fazem dela um instrumento a favor de boas informações, boas sugestões, troca de idéias, novas amizades, grandes textos.

And the II Prêmio Alagoano de Blogs goes to….

Você não olha por onde anda?

Numa bela e tranquila tarde de domingo, eu e meu namorado resolvemos almoçar no shopping.

Quando estávamos nos encaminhando ao restaurante escolhido, meu namorado avistou um casal amigo nosso e imediatamente tentei avistá-los. E nesta distração, sem querer, esbarrei numa moça que estava, olhando para o lado contrário, parada. A distração foi minha.

Porém, antes mesmo que eu pudesse pedir desculpas ou notar o que ocorreu, ela mais do que pronta e armada, cuspiu: “Não olha por onde anda!?” Fiquei surpresa e p…da vida, porém, não respondi (apesar da vontade!), a uma colocação tão grosseira e cheia de imbecilidade. Até meu namorado que é tão amistoso, comentou sobre o infeliz comportamento daquela criatura.

Claro que isso pode acontecer todos os dias em nossas vidas…não é um único ato, mas quantos atos, palavras, atitudes como esta permeiam nosso dia-a-dia, e simplesmente, continuarão a ocorrer, por total ausência de tolerância, razoabilidade.

Ainda procurei no site http://www.dicionariodoaurelio.com/Educacao, o significado da palavra educação e lá estava registrado:

“s.f. Ação de desenvolver as faculdades psíquicas, intelectuais e morais: a educação da juventude. / Resultado dessa ação. / Conhecimento e prática dos hábitos sociais; boas maneiras: homem sem educação. // Educação nacional, conjunto de órgãos encarregados da organização, da direção e da gestão de todos os graus do ensino público, bem como da fiscalização do ensino particular. // Educação física, conjunto dos exercícios corporais que visam a melhorar as qualidades físicas do homem.”

Os hábitos sociais, como a educação, a tolerância, o controle, a gentileza do povo estão abaixo de zero! Boas maneiras?! Tem pessoas que, sem dúvidas, não tem a menor idéia do que sejam. Bom humor e gentileza estão intimamente ligados…A pessoa mal educada, quando age, não nota como e quanto se expõe? É melhor ficar quieto, do que mostrar “seu eu interior”!

Temos que ter cuidado com nossas atitudes e não acharmos que estamos sozinhos no mundo ou que apenas minha vontade é a que me basta e a que irá prevalecer!

Não suporta viver em sociedade?? Suma! Vá viver só nos confins do mundo…mas não tente contaminar o ar com suas atitudes poluídas e cheias de veneno…tente se limpar de comportamentos tão desumanos, tão grosseiros…Cuidado! Um dia pode encontrar um pior que você pelo caminho, daí…aguente as consequências!

Não somos perfeitos e exatamente por isso sejamos flexíveis, vamos rir mais de nós mesmos, não vamos dar atenção a situações ou pessoas que não merecem. Mesmo que estejamos num mal momento, lembremos que o mundo nada tem a ver com isso. E para não piorar as coisas…desabafe com um amigo, acalme-se, não tome atitudes impulsivas…silencie!

Trate bem as pessoas! Para saber o que é tratar bem, pense como gostaria que te tratassem! Pense como gostaria que tratassem as pessoas que vc ama e tem estima. Toda vez que for tomar uma atitude impulsiva e grosseira, lembre-se de seus pais ou de qualquer pessoa que tenha participado da sua criação…pois cada vez que esquece de ser educado ou gentil, você dá margem para que a outra pessoa pense: “Nossa! Quem deu educação pra esta criatura?” Portanto, ao ser mal educado, você expõe sua família, seus filhos…

Mas, pensando bem…tem um lado bom testemunharmos estes pequenos revezes: faz com que percebamos, mais pontualmente, o que não devemos ou queremos ser.

Oportunamente,  menciono e compartilho alguns pensamentos:

Assim como o sol derrete o gelo, a gentileza evapora mal entendidos, desconfianças e hostilidade (Albert Schweitzer)

Nunca é cedo para uma gentileza, porque nunca se sabe quando poderá ser tarde demais (Ralph Waldo Emerson)

A gentileza faz com que o homem pareça exteriormente, como deveria ser interiormente (Jean de La Bruyère)

Humor não é um estado de espírito, mas uma visão de mundo (Ludwig Wittgenstein)

A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo (Nelson Mandela)

Observa o teu culto a família e cumpre teus deveres para com teu pai, tua mãe e todos os teus parentes. Educa as crianças e não precisarás castigar os homens (Pitágoras)

Caminhando e c…aindo!!

Nestes últimos dias, presenciei uma situação comum, mas também absurda!

Uma avenida importante, com grande vazão de carros e movimentação, passando por obras em suas calçadas em vários de seus quarteirões.

Daí vc imagina: obras!? Coisa boa! Só pode ser para melhorar. Apesar do aborrecimento, vale a pena. Também penso assim…

Porém, o que vi com meus próprios olhos é a total falta de planejamento por parte da prefeitura em organizar estas obras. Como se fazem obras nas calçadas e não deixam nenhum espaço para os pedestres se locomoverem em segurança?

Por este fato, as pessoas (uma delas fui eu!) tinham que andar bem rente às guias das calçadas, passando e se expondo ao perigo de poderem ser atropeladas pelos ônibus e carros. Além de que é período de chuva, a lama que se formava, as pessoas tendo que tomar extremo cuidado para andar e não tomar aquele tombo caprichado. Se fosse só um tombo, menos ruim. Mas e as consequências que poderiam advir dele?

Uma total falta de lógica, inteligência, organização, planejamento! Nem sei o que é melhor: deixar como estava ou fazer do que jeito que foi feito!!

As calçadas de Maceió são verdadeiras armadilhas a qualquer bom cristão! Calçamento deficiente, cheio de falhas, nivelamento e padronização zero!

Temos que lembrar que pela quantidade de carros que atualmente transitam em Maceió, se tivesse um bom calçamento, incentivaria as pessoas a andarem mais e poderiam até, deixar seus carros em casa. A idéia de uma boa organização e planejamento para as calçadas e ruas de Maceió é uma questão que não fará só bem aos cidadãos, mas também à natureza e a beleza da região.

Vamos combinar….não ter calçamento que é uma coisa tão simples, tão básica, tão necessária!? Não tenho nem mais argumentos…só revolta! Onde estão os responsáveis? Totalmente demonstrado o descaso de quem devia zelar para o bom andamento destas obras tão necessárias.

Talvez, não estejam tão preocupados, porque não precisam andar nas calçadas desta cidade tão linda, porém tão maltratada!

Protesto!

Temos crianças sem merenda, mas vamos nos preocupar com as obras da Copa de 2014;

Vamos nos preocupar com recadastramento biométrico, quando tem gente que não sabe nem escrever, nem ler, mas estava na fila, aguardando por horas para ser atendido;

Vamos fazer obras desenfreadamente pelas ruas da cidade, quando não há calçadas seguras e decentes para o pedestre caminhar;

Vamos ignorar a voz dos bombeiros, porque já estamos com os ouvidos ocupados pelas ameaças dos traficantes;

Vamos aumentar a remuneração dos parlamentares, quando policiais, professores e outros não possuem um pagamento digno;

Vamos mudar de partido a cada tolo desentendimento que tenho com outro “colega”, já que fidelidade partidária e idealismos estão fora de moda;

Vamos ignorar que cartilhas distribuídas nas escolas tenham erros crassos de língua portuguesa, uma vez que sentimento de cidadania não tem qualquer valia;

Vamos viajar a “negócios”, quando várias e várias pessoas sofrem a mais de um ano aguardando um teto pra morar, desde as enchentes de 2010;

Vamos jogar lixos nas ruas, nos bueiros, praias, poluir o ar, o mar, portanto que estejam bem distantes de minha casa;

Vamos alimentar os movimentos a favor das drogas, mas…e os portadores de necessidades especiais, que não podem sequer se movimentar nos locais públicos como prefeituras, bancos, escolas, hospitais, por não possuírem passagens com facilidade de acesso?;

…e tantas outras disparidades que tomamos conhecimento em nosso dia-a-dia, na TV, nos jornais, na internet.

De quem será realmente a culpa? Quem deveria assumir estas responsabilidades?

Creio que seja um conjunto de atitudes. Quando vamos mudar ou tomar consciência de que vale a pena mudar?

A mudança já não é mais uma questão de escolha. Ou mudamos ou nosso futuro não será tão próspero como queremos!

Sua solidariedade tem limite?

Nesta semana que passou, através dos queridos @LaiseMoreira @flavinhoholanda, tive conhecimento de um senhor chamado Eunápio Leite.

Este senhor possui uma história intrigante e contraditória: vindo de Sorocaba/SP; possui família com boas condições financeiras; morador de rua; alcoólatra; cheio de fantasias e muitas angústias. Podem conferir no Blog da Laise Moreira (http://laiseblogueira.blogspot.com/).

O que mais chama atenção nesta história é a solidariedade que partiu das atitudes de Laise e Flavio e se estendeu para um grupo de amigos e agora toma conta de nossos comentários e de nossos perfis nas mídias sociais.

Sem absolutamente nada a esperar, eles fazem o que fazem pelo simples fato de querer ajudar aquele senhor a encontrar uma saída para este caminho tão sombrio em que atualmente vive.

E neste sentido, parei pra pensar o quanto somos solidários para aqueles que não conhecemos. Porque ser solidário com amigos é fácil, é confortável…podemos chegar até analisar se “ele merece”! Mas, e o desconhecido? Você ajudaria por ajudar?

Se temos de esperar,
que seja para colher a semente boa
que lançamos hoje no solo da vida.
Se for para semear,
então que seja para produzir
milhões de sorrisos,
de solidariedade e amizade.

Cora Coralina

            Você ofereceria ajuda para um idoso que quer atravessar; você se envolveria em campanhas onde fosse doar uma parte de seu tempo pra ajudar; separaria roupas ou alimentos para dar a quem vc nunca viu; você costuma doar sangue; …e tantas outras coisas que podemos fazer que tem dupla finalidade: ajuda a quem está sendo ajudado e a quem ajuda. O preço é inestimável!

Aprendi que um homem só tem o direito de olhar um outro de cima para baixo para ajudá-lo a levantar-se. (Gabriel Garcia Marquez)

            A solidariedade faz com quem lembremos que somos humanos; faz com que nos coloquemos no lugar do outro; faz com que agradeçamos a Deus a vida que temos; faz com que peçamos a Deus pela sorte daquele a quem ajudamos.

Ajudar é bom demais, só faz bem, só acrescenta às nossas vidas! Deixa uma sensação de satisfação, uma felicidade tão grande que é difícil explicar. Só quem se deixa levar pelos prazeres da solidariedade é que sabe do que estou dizendo.

Vamos espalhar a solidariedade. Chame seus amigos. Familiares. Divulgue uma idéia onde várias pessoas possam participar de ações solidárias. Todos ficarão imensamente felizes.

E neste ensejo, deixo esta oração que fala de uma maneira doce e realista do sentido de solidariedade. Que todos façamos que ela alente nossos corações:

 Oração da Solidariedade (Oração captada de Francisco de Assis e transmitida psicograficamente pelo Espírito Carlos Murion ao médium José Medrado.)

Senhor,
Que eu possa a quem está com frio dar o cobertor.
Mas se o frio for da alma, que eu tenha condições de dar afetivo calor.

Se alguém chorar, que eu possa suas lágrimas enxugar.
Mas se eu também estiver em dor, que pelo menos possa companhia fazer.

Porque é chocante, senhor,
chorar sem ter alguém para nos consolar;
sofrer sem ter com quem dividir;
precisar desabafar e não ter quem ouvir;
enfermar sem ter com quem contar.

Assim, Senhor, e por tudo isso, eu te suplico:
preciso ao próximo servir, tendo tolerância para com a ignorância:
o desprendimento frente à pobreza;
a solicitude moral diante dos reclames das crianças;
atenção e amparo para com a velhice;
o perdão sem condição;
a brandura na exaltação;
a verdade sem interesse e o amor sem cobranças.

Mas, se nada disso eu puder ter ou fazer, que a vida me torne humilde para reconhecer que preciso espiritualmente crescer.

Assim seja.

Nuvem de tags