A vida vai te mostrar, vai te guiar.

Posts marcados ‘declaração dos direitos da criança e d adolescente’

Feliz dia das Crianças. Feliz?

Num dia destes, estava indo pro trabalho, quando a minha frente avistei uma menininha.

Ela não tinha mais que 10 anos. Corpo franzino, cabelos longos e claros, encaracolados nas pontas. Apesar do tamanho e pouca idade, caminhava decidida e ávida para chegar ao seu rumo. Sua escola. Tinha no olhar um ar de surpresa e medo ao mesmo tempo. Parecia que era a primeira vez que estava ali, mas a vontade e a curiosidade a impulsionavam.

Emocionei-me por breves instantes… e lembrei-me da minha doce e divertida infância. Nooossa, que tempo único, valioso, mágico, destemido…que saudades! Contive-me, pois as lágrimas surgiram. Coloquei meus óculos escuros e segui minha caminhada, pois estava indo trabalhar.

Porém, na imagem daquela menina, voltei ao tempo onde todo tempo era vivido intensamente. Eu fui uma criança travessa, divertida e mal humorada ao mesmo tempo, responsável, bem educada, autoritária. Meus pais foram presentes, e principalmente minha mãe, disciplinadora, uma fera! Ensinaram-me lições que jamais esquecerei. Não esquecerei nem das palavras e conversas, como também das surras e castigos que tomei…confesso que alguns exagerados, mas outros muito bem dados e merecidos.

Graças a Deus, tenho amigos de infância ainda. E mesmo tendo mudado muito, cada um tem sua vida, ainda guardamos em nós aqueles tempos tão preciosos. Quando nos falamos, só sentimos boas vibrações.

Guardo com orgulho e grande satisfação e alegria aqueles tempos tão doces, tão significativos, mas por um outro lado, não consigo captar a mesma sensação da infância vivida hoje. Será que nossas crianças vivem a infância da maneira que merecem e precisam?

Quanta violência e descompromisso com as crianças nos dias de hoje. É imensuravelmente incompreensível! Quantos atos covardes e inescrupulosos tem sido praticados contra as crianças.

Criança merece respeito, bons tratos, amor, dedicação, educação. Se não pode dar isso, não as tenha. E se quer tê-las mas não pode, adote! Mas, independentemente de como fará, se o fizer, faça com verdade, integridade, dignidade, paciência. Criança é gente, é ser humano, e se bem tratada e orientada, será um adulto incrível. Criança é semente que se bem tratada, tornar-se-a a mais bela das flores. Uma parte do que a criança se torna, querendo ou não, é reflexo daqueles que a criaram. Quando educamos uma criança, não precisaremos castigá-la ou repreendê-la quando adolescente ou adulto, pois ela efetivamente se recordará das lições aprendidas na infância.

A melhor maneira de tornar as crianças boas, é torná-las felizes. (Oscar Wilde)

Quando vejo uma criança, ela inspira-me dois sentimentos: ternura, pelo que é, e respeito pelo que pode vir a ser.(Louis Pasteur)

Devemos levar em conta não só a vida familiar destas crianças. A sociedade deve dar um basta nas atitudes de pessoas que insistem em maltratar covardemente estes pequenos seres indefesos; devemos levar em conta e cobrarmos a obrigação do Estado em proporcionar uma realidade menos dolorosa para milhares de crianças que não tem a menor orientação; mais campanhas contra a violência e o descaso com as crianças devem ser efetiva e continuamente veiculadas nos meios de comunicação; as fiscalizações mais eficazes e punições devidamente aplicadas.

Torço incessantemente por um presente mais digno e um futuro brilhante para todos nós, e principal e especialmente, a nossas crianças. Vamos tratá-las com o respeito e amor que realmente merecem e precisam para se tornarem adultos realmente bons, orientados, equilibrados.

Finalizo mencionando, oportunamente, a declaração dos direitos da criança e do adolescente (Unicef):

1. Todas as crianças são iguais e têm os mesmo direitos, não importa sua cor, raça, sexo, religião, origem social ou nacionalidade.

2. Todas as crianças deve ser protegida pela família, pela sociedade e pelo Estado, para que possa se desenvolver física e intelectualmente.

3. Todas as crianças têm direito a um nome e a uma nacionalidade.

4. Todas as crianças têm direito a alimentação e ao atendimento médico, antes e depois do seu nascimento. Esse direito também se aplica à sua mãe.

5. As crianças portadoras de dificuldades especiais, físicas ou mentais, têm o direito a educação e cuidados especiais.

6. Todas as crianças têm direito ao amor e à compreensão dos pais e da sociedade.

7. Todas as crianças têm direito à educação gratuita e ao lazer.

8. Todas as crianças têm direito de ser socorrida em primeiro lugar em caso de acidentes ou catástrofes.

9. Todas as crianças devem ser protegidas contra o abandono e a exploração no trabalho.

10. Todas as crianças têm o direito de crescer em ambiente de solidariedade, compreensão, amizade e justiça entre os povos.

Anúncios

Nuvem de tags