A vida vai te mostrar, vai te guiar.

Posts marcados ‘voto é um direito’

Não basta ter direitos sem saber usá-los

Nestas últimas eleições, além de participar bem de perto da campanha, ainda aprendi muita coisa, mas em especial, a importância do voto e suas consequências.

Confesso que nem sempre pensei assim. Posso dizer que era uma ignorante quando a conversa chegava em política. Como eu estava enganada!

Acreditava que nenhum política prestava, que todos que lá estavam eram “farinha do mesmo saco”. Que política não presta!  Quanta besteira!

Passados alguns anos, ainda bem que mudei de idéia e assumo uma posição mais madura e consciente.

Além de meu namorado, que sempre gostou de política e ter concorrido muito dignamente para uma das vagas na câmara dos vereadores, também tenho um grupo de amigos que são politizados, envolvidos e interessados nos bastidores políticos da região, de maneira não só profissional como por serem cidadãos.

Quer dizer, em razão destas situações, eu não tive escapatória e resolvi dar uma chance e ver o outro lado, pois querendo ou não estava muito envolvida e, quando não pode com eles, junte-se a eles…rsrsr Resolvi juntar-me e gostei!

Como podemos negar a política se somos naturalmente seres políticos em nossa essência, como já dizia Aristóteles? Sempre estamos envolvidos em várias situações com as mais variadas pessoas. Sempre precisamos de alguém e vice-versa. Levamos e buscamos soluções para nos mesmos e para aqueles que nos procuram. Dependendo de nossas ocupações diárias, poderemos estar mais envolvidos ainda nestas situações.

Mas, a política não pode ser encarada apenas pelo meu ângulo. Devo dar uma concepção muito mais ampla, pois quando um cidadão resolve se candidatar a algum cargo, o que ele deve pretender é o bem comum e nós teremos a responsabilidade de bem analisar suas propostas e, se eleito, fiscalizar seu mandato.

Porém, é muito comum, cidadãos pedirem favores e acharem que o candidato ao cargo tem o dever de atendê-los. Quando é pedido um “favorzinho”, eu desvirtuo totalmente minha intenção, pois estou pensando apenas em meu bem- estar e não do social. Quer dizer, tenho direito de voto, mas desvio a finalidade, e vendo meu voto! É muita incoerência! E pior ainda quando o candidato faz questão de demonstrar sua torpeza, sua baixeza com seus sistemas de compra de votos.  Este deveria ser apagado da vida política de qualquer sociedade.

A partir do momento que nego meu voto, estou negando a minha comunidade  a oportunidade de ver mudanças.

Una-se a seus amigos, a sua comunidade, a sua família e veja o que eles pensam, em quem eles vão votar. Se não apreciar os candidatos que lá estão, vote no menos pior. Procure na internet, nos jornais, notícias sobre seu candidato. E mesmo que ele não seja eleito, não quer dizer que ainda não possa fazer nada pela sociedade. Se agir desta maneira, quer dizer, que só quer cargo para mero deleite.

O voto é um direito sim! Use-o da maneira mais consciente possível. Foi um direito conquistado as duras penas, não joguemos fora algo que influência diretamente em nossas vidas e em nosso bem-estar.

Pra fechar e não perder o costume, algumas frases marcantes:

“Entre um governo que faz o mal e o povo que o consente, há uma certa cumplicidade vergonhosa”. Victor Hugo

“O preço a pagar pela tua não participação na política, é seres governado por quem é inferior”. Platão

“Política e politicalha não se confundem, não se parecem, não se relacionam com a outra. Antes se negam, se repulsam mutuamente. A política é a higiene dos países moralmente sadios. A politicalha, malária dos povos de moralidade estragada”. Rui Barbosa

Anúncios

Nuvem de tags